Estamos em Greve!

Não temos condições de garantir as aulas, por que a maioria dos professores estão em greve e muitos destes não dispõem de  recursos financeiros para se deslocarem até a escola e exercerem suas funções como professores.  O Colégio Júlio de Castilhos é uma escola central, porém a comunidade (Professores, alunos e funcionários) não reside em seu entorno.

A situação de miserabilidade dos professores é responsabilidade do Governo do Estado do Rio Grande do Sul, que não reajusta o salário do funcionalismo público a três anos;  não paga o piso salarial dos professores; parcela o 13º de 2016 em 12 vezes e  parcela nossos salários a 21 meses, desrespeitando assim as leis do piso e do 13º salário, bem como a constituição do Estado do Rio Grande do Sul em seu artigo 35º.

Direção

Compartilhar este post

%d blogueiros gostam disto:
contador de acesso grátis